sexta-feira, setembro 30, 2011

contradição em termos

Ou não é um objeto
uma mochila que lhe traga
tudo
o produto do roubo, filho da trapaça

ou não é contradicto
o modo de irmos à polícia
a gana e calma dos vícios
tudo sendo dito

a medida que ossos e grades fundidos
o tamanho do fim do ano encontro
solto ou não é.

quarta-feira, setembro 28, 2011

"igual à raiz os galhos crescem "

posso esquecer meus medos
meus mortos nos joelhos
quando pressentir meus medos crescentes
e em outras línguas te chamo, mesmo
para representar a inexistência, a insignificância
dos mesmos significados.

N. Costaregia

sábado, setembro 24, 2011

sábado, setembro 17, 2011

Do Começo

© Foto de Evandro Teixeira




o escuro
não decepciona
na imagem que tem de mim
pelos quatro cantos da janela
nos enxergamos

o vidro
sujo indistinto mancha
o coração dentro do sangue
o brinquedo da sua infância
resgatado no meu corpo

Mas pela luz nos deixamos
sem conhecer qualquer fonte
a música entrando pela garganta
as palavras
como um fim.