sexta-feira, agosto 22, 2014

rios

Desapelidamos os rios
com nomes de santos
também não corro por
neles alcunhas índias

gemas
na fritura da panela
mas música e palavra
assine e não comente

por que não só o dente
dói
mas o homem na farmácia
lê-nos religiões

enquanto espera nossa
desonra
nossa deshora
e não chegaremos

a casa não é nossa
ainda que gerações
limpem por eras
o rio de nosso nome.